O que só um profissional pode fazer pelos seus cachos?

17:58

Oi meus amores, tudo bem?
Cuidar de cabelos crespos e cacheados não é tarefa fácil. Por isso, ser assessorado por um bom cabeleireiro contribui para que homens e mulheres desfilem com os fios cada vez mais bonitos e saudáveis.
Para proporcionar o melhor às suas madeixas, “Os Mestres dos Cachos”, dupla formada por especialistas que atuam no setor capilar há mais de 20 anos e com ampla experiência em cabelos étnicos, trazem dicas valiosas para você.
“Cada cabelo precisa de um tratamento diferente e por mais que a crise econômica possa interferir nos gastos, tenho certeza que muitas pessoas desperdiçam dinheiro com produtos e tratamentos errados. Também, existe a escolha errada na busca por um salão, cujo profissional pode indicar uma química desnecessária”, explica Wilson Farias.
Exiba imagens para confirmar leitura
Pensando na febre de lançamentos de produtos para cabelos crespos e cacheados, a dupla traz dicas profissionais para que o seu cabelo fique sempre bem cuidado:
Shampoos – para um cabelo fino e com raiz oleosa não se deve usar um shampoo com alto poder hidratante, pois pode ocorrer um aumento de oleosidade que resulta em quedas. Por isso, o ideal é buscar um hair stylist para indicar o produto ideal para o seu tipo de cabelo;
Máscara de hidratação – o item foi desenvolvido para os usos de home care (cuidado em casa), com o intuito de proporcionar ao consumidor um condicionamento, ou seja, revigorar os fios com agentes hidratantes. Mas, periodicamente é preciso que um profissional analise o cabelo e direcione o tratamento correto a cada situação, por exemplo: umectação para fios ressecados; nutrição com base em proteínas para aumentar o movimento; reposição de massa para madeixas porosas e reconstrução com base em aminoácidos aos cabelos porosos e elásticos;
Condicionador – além de desembaraçar e deixar o cabelo macio, o condicionador conclui o trabalho de uma hidratação, que nem sempre vai deixar o fio tão sedoso. Então, condicionar o hair conclui a hidratação das cutículas externas dos fios devido ao seu leve peso molecular;
Leave-in – existem no mínimo oito tipos de cabelos cacheados e crespos. Para atender a cada público, o mercado possui no mínimo de quatro a seis tipos de leave-in, fora os ativadores de cachos, umidificantes e emulsões emolientes.
“Todos os consumidores devem ter uma orientação profissional e ir ao menos uma vez ao mês ao salão de beleza para cuidar especificamente do seu cabelo! Existem coisas que só um profissional pode fazer pelos seus cachos”, finaliza Wilson Farias.

Confira também

Comentários
0 Comentários

0 comentários