Verão pede alimentação leve e rica em líquidos e frutas

07:07


Oi meus amores, tudo bom?

A estação mais quente do ano chegou e, por isso, precisamos ter cuidados a mais com o que comemos nos dias de muito calor. Por isso trouxe dicas de nutricionistas que mostra quais alimentos estão liberados e quais devemos evitar.

Exibindo

O verão chegou e, nessa época do ano, não é indicado ingerir alimentos pesados e ricos em gordura, que além de serem pouco saudáveis podem causar mal-estar devido às altas temperaturas. O recomendado é manter uma alimentação leve e variada, evitando alimentos de difícil digestão nesses meses superquentes do ano.
“O verão é uma estação que não pede comida gordurosa. Pelo contrário, nos dias quentes podemos optar pelos alimentos leves, ricos em água, nutrientes e de fácil digestão. Além disso, é preciso se hidratar muito! Então, muita água, água de coco natural e sucos naturais sem açúcar são os nossos melhores amigos no calor”, explica Melina Aniquini nutricionista consultora da megastore Netfarma.
O cardápio deve ser refrescante no verão e incluir folhas, verduras, carnes magras (peito de frango e peixe são ótimas opções) e frutas, principalmente as que possuem uma boa quantidade de água, como melancia, melão e abacaxi. “Não é preciso deixar o carboidrato de lado, mas se quiser um macarrão, por exemplo, prefira na forma de salada e a versão integral, que tem mais fibras e trazem um bem enorme ao organismo. E se for fazer um molho, escolha os leves, como os que têm o iogurte natural como base, não a maionese”, aconselha.
Além de serem saudáveis, os alimentos leves são de fácil digestão e não dão aquela sensação de “inchaço”, algo que acontece quando nos alimentamos com comidas pesadas.
Cuidados com a conservação dos alimentos
O calor pode ser um vilão para a boa conservação dos alimentos, o que pode causar problemas bem piores que uma indigestão. Alimentos expostos ao sol e mal conservados podem levar a uma séria intoxicação alimentar. Por isso, é bom ficar atento aos alimentos que consumimos fora de casa, seja no “food truck”, na praia ou à beira da piscina.
“É preciso cuidado redobrado com a procedência e conservação dos alimentos, para a necessária higiene no processo de manipulação e armazenamento. No calor, o armazenamento inadequado contribui tremendamente para a multiplicação de diversos micro-organismos, como bactérias", alerta.
Portanto, uma boa saída pode ser levar alimentos de casa, bem higienizados e armazenados em uma bolsa térmica, por exemplo. “As frutas também são ótimas opções para o lanche na praia. Dá para levar água, frutas como maçã, uva, banana ou ameixa, ou ainda um mix de castanhas e frutas secas", conclui.

Confira também

Comentários
0 Comentários

0 comentários